sexta-feira, agosto 22

Alunos de Engenharia de Alimentos da UFPA conquistam 1º. lugar em evento mundial no Canadá.



           
O Team Cookitos


Os alunos da graduação da Faculdade de Engenharia de Alimentos, da Universidade Federal do Pará/UFPA, Ana Clara Vasconcelos, Ed Junior, Lívia Martins e Thais Andrade conquistaram o primeiro lugar no principal evento internacional da área de Engenharia de Alimentos, o IUFOST (International Union of Food Science Technology) Students Fighting Hunger, em Montreal, Canadá. Os estudantes desenvolveram o Projeto Cookitos que obteve um biscoito nutritivo para crianças em idade escolar, a partir de matérias primas da Amazônia dentre elas a mandioca.

O Projeto Cookitos faz parte da Mani que é a Rede de Pesquisa para o Desenvolvimento Tecnológico da Cadeia Produtiva da Mandioca, vinculado ao PPGCTA- Programa de Pós Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos, do CNPQ- Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, e da FAPESPA- Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa, que na Universidade Federal do Pará é filiado ao ITEC, Instituto de Tecnologia da UFPA.

Sobre a conquista, a estudante Thais Andrade diz no Facebook que depois de tanta emoção, alegria, satisfação e queda da ficha, sim demorou a cair, diz ela, manifesta seu “agradecimento à nossa professora Dra. Luciana Ferreira Centeno, que tanto nos incentivou, apoiou para que esse trabalho fosse perfeito”.  Estende também seus agradecimentos à família e a seu amado que “aguentou todos os meus choros, desesperos, segurou na minha mão e sempre falava que no final tudo daria certo. E não é que deu mesmo?”

Ana Clara Vasconcelos também no Face, agradece “à nossa Orientadora prof. Dra. Luciana Ferreira por todo incentivo, toda atenção e por nos ajudar sempre em todos os momentos, principalmente nos mais difíceis, Nosso muito Obrigado! Estamos muito felizes de conquistar este prêmio e que nossa conquista sirva de incentivo à todos os alunos da FEA-UFPA, para que cada vez mais possamos mostrar todo potencial que o nosso curso de Engenharia de Alimentos da UFPA possui! Particularmente, quero agradecer aos meus pais, Cláudia Vasconcelos e José Mário Mário que fizeram de tudo pra que eu pudesse estar aqui hoje vivendo esse dia tão especial! Aos meus familiares que torceram por mim, obrigada gente! E por fim mas não menos importante a Meu Deus nosso senhor Jesus Cristo e Nossa Senhora que tenho certeza de que sem eles NADA disso seria possível! MUITO OBRIGADA!!!

Thais e Ana Clara são unânimes em agradecer também às professoras Alessandra Lopes e Vanessa Botelho por terem acreditado no grupo e também, à Prefeitura Municipal de Belém, que apoiou a presença dos estudantes no Canadá.

       Acrescenta Ana Clara “Pra quem acompanhou de perto toda a nossa luta sabe o quanto foi difícil chegar até aqui! Os obstáculos foram muitos, as noites sem dormir e o choros também! Mas tudo valeu à pena! Superamos TUDO e estamos muito felizes em conquistar um prêmio tão importante como esse e sabemos o quanto isso irá contribuir para a nossa vida profissional. Ganhamos! Levamos o nome da nossa instituição para o mundo! Hoje mostramos que o curso de Engenharia de Alimentos da UFPA tem potencial para competir de igual para igual com as melhores universidades do mundo!”

         A professora Luciana Ferreira Centeno, PHD em Food Science and Technology pela Cornell University, que ingressou como bolsista de pós doutorado e hoje é professora substituta da UFPA parabeniza o “team Cookitos”, dizendo “a Vitoria de vocês era certa! Agradecimentos a professora Alessandra Lopes pelo apoio do Projeto Mani do PPGCTA (CNPQ e FAPESPA) e aos diretores da Faculdade de Engenharia de Alimentos, Vanessa Botelho e do Instituto de Tecnologia/ ITEC, pelo empenho junto à Prefeitura de Belem, que juntos possibilitaram que TODA a equipe pudesse representar a UFPA no principal evento internacional da nossa área e trazer a Vitoria para o nosso programa! Team Cookitos UFPA: 1st Place IUFOST Students Fighting Hunger - Montreal, Canada! Alunos, sonhem, trabalhem, lutem e não desistam nunca como fez a equipe Cookitos! Vocês irão longe!”

       Parabenizo minha filha Luciana pelo reconhecimento do Team Cookitos, aos alunos da equipe pela conquista de tão importante premiação e cumprimento os professores e dirigentes da FEA e ITEC/UFPA que com sua lucidez apoiaram a equipe. Atitudes dessa natureza são cruciais para o fortalecimento e afirmação da Faculdade de Engenharia de Alimentos e da Universidade Federal do Pará como Instituições de ponta.

Que incentivos desse quilate sejam a tônica hoje, amanhã e sempre, prestigiando docentes e discentes que, como os que foram vitoriosos no IUFOST Students Fighting Hunger, projetam o nome da Faculdade de Engenharia de Alimentos, da Universidade Federal do Pará e do Brasil em escala mundial.



             









sexta-feira, agosto 1

O VOO DEFINITIVO DE UM CATALINEIRO




João Esmério entre seus irmãos catalineiros. Agachada, a filha Carla 


Realizou no dia 30 de julho de 2014 seu último voo, o catalineiro João Esmério. Ele não foi de Catalina, o avião que tanto amava, nem em qualquer outro avião. Fez um voo solo com destino ao Reino do Senhor.

Como mecânico de voo ,  João Esmério tinha mais de 14 mil horas de voo em Catalina, aqueles aviões anfíbios que aterrissavam nos modestos aeroportos e principalmente amerissavam em frente às cidades situadas nas caudalosas águas do rio Amazonas e seus afluentes, realizando relevante papel social e econômico para os municípios ribeirinhos da Amazônia. Cumprido seu papel de avião de guerra, após o segundo Grande Conflito Mundial, o Catalina foi adaptado para o transporte de passageiros e funcionou como avião militar principalmente nas buscas e salvamentos e também foi explorado comercialmente  no transporte de passageiros pela Panair do Brasil e depois, pela Cruzeiro do Sul que em 1968 aposentou os Catalinas.



Carla Marajoara, filha de João Esmério, corta o bolo de aniversário
Doente há algum tempo, João Esmério no dia 27 de junho foi homenageado por seus pares da Abra-Cat, a Associação Brasileira dos Catalineiros, conhecidos simplesmente como Catalineiros, que transformaram o aniversário de Esmério numa confraternização da corporação, com direito inclusive a show artístico da filha de Esmério, Carla Marajoara, e almoço comemorativo na Base Aérea de Belém, onde está estacionado um dos últimos Catalinas presentes no Brasil, o outro se encontra no Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro. Acho que foi a última vez que Esmério viu o avião que tanto amou.

A família catalineira ficou de luto. Mas consciente de que com a “arremetida” definitiva de João Esmério, passamos a ter mais um anjo voando não apenas sobre os céus da Amazônia ou do Brasil, mas junto ao Senhor intercedendo por todos nós, seus irmãos.




(saiba mais sobre catalinas e catalineiros, acessando http://blogdooctaviopessoa8.blogspot.com.br/2013/05/catalinas-e-catalineiros.html)